Prosopopéia: (substantivo feminino) 1. Rubrica: retórica. Figura pela qual o orador ou escritor empresta sentimentos humanos e palavras a seres inanimados, a animais, a mortos ou a ausentes; personificação, metagoge. 2. Derivação: por extensão de sentido; discurso empolado ou veemente.
(Dicionário Houaiss)
Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 30 de agosto de 2009

Arco e Flecha

No diálogo com a Senadora Marina Silva durante o Sustentável 2009, onde se discutia o comportamento das pessoas, das autoridades e das empresas com relação ao Meio Ambiente e à crise ambiental, a Senadora terminou seu discurso declamando o seguinte poema, de sua autoria:


Arco e Flecha

Do arco que empurra a flecha,
Quero a força que a dispara.
Da flecha que penetra o alvo
Quero a mira que o acerta.

Do alvo mirado
Quero o que o faz desejado.
Do desejo que busca o alvo
Quero o amor por razão.

Sendo assim não terei arma,
Só assim não farei a guerra.
E assim fará sentido
Meu passar por esta terra.

Sou o arco, sou a flecha,
Sou todo em metades,
Sou as partes que se mesclam
Nos propósitos e nas vontades.

Sou o arco por primeiro,
Sou a flecha por segundo,
Sou a flecha por primeiro,
Sou o arco por segundo.

Buscai o melhor de mim
E terás o melhor de mim.
Darei o melhor de mim
Onde precisar o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, opinião, pergunta, zoação, história que aconteceu com o primo do vizinho do seu amigo...

Agenda